Quercus denuncia abate ilegal de 27 sobreiros em bom estado em Benavente

Pelo menos 27 sobreiros em bom estado vegetativo foram abatidos ilegalmente na Mata do Duque, no concelho de Benavente. A Quercus pede a regulamentação do negócio da lenha que, acredita, está na origem do sucedido.

Segundo José Paulo Martins, do núcleo da Quercus de Beja, a associação recebeu a denúncia no final da semana passada, após o que se deslocou ao local. “Constatámos que foram cortadas muitas dezenas de árvores e que eram visíveis vestígios de ramos e folhagem verde”, informa a associação em comunicado. “Verificámos também a presença de um tractor com atrelado, carregado de troncos de árvores verdes não cintadas, em lotes do empreendimento imobiliário da Mata do Duque II, promovido pela Benim – Sociedade Imobiliária, SA, na freguesia de Santo Estêvão, em Benavente”.

O Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente da GNR levantou um auto de contra-ordenação pelo abate ilegal de 27 sobreiros em bom estado vegetativo, apesar da empresa apenas estar autorizada a cortar sobreiros secos.

Notícia integral aqui.

Notícia retirada de http://ecosfera.publico.pt/

About antiarboricida

Grupo de Voluntários do Núcleo do Porto da Quercus
This entry was posted in Média and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s