A sua árvore estará “doente”?

Descubra como identificar algumas doenças.

1. Vários ramos de menor diâmetro a saírem de um tronco?
Este problema encontra-se associado a um tronco de médio/grande diâmetro partido ou rolado. Muitas vezes criam-se cavidades com podridão que são encobertas pelo tecido novo e que tomam todo o ramo estruturalmente fraco.

2. Cavidades ao longo dos ramos?
Normalmente aparecem devido à queda dos ramos laterais (ramos que esgalham). Pode ser um local propício ao desenvolvimento de podridões que colocam a estrutura do ramo em risco de queda.

3. Ramos em forquilha?
Normalmente são dois ramos que crescem juntos e que estão unidos, sendo estruturalmente fracos, podem sofrer rotura e cair. No seu ponto de contacto podem acumular agua criando uma zona húmida propícia à instalação de fungos.

4. Tocos ou cavidades resultantes de cortes e que não cicatrizam?
Normalmente resultantes de cortes mal efetuados. Muitas vezes o uso de “tintas” pode esconder podridões ou fungos.

5. Cavidades no tronco ou casca solta e morta?
Evidenciam danos provocados por agentes externos, ex: o raspar de veículos, bem como por problemas internos provocados por fungos ou parasitas.

6. Cavidades basais?
Podem ser provocadas pelos mais diversos agentes. É necessária muita precaução com este tipo de cavidades porque podem influir na correta estabilização da árvore, podendo, em casos mais avançados de podridão, provocar a rotura e consequentemente queda da árvore.

7. Copa morta ou folhagem pequena, de cor anormal?
Indica muitas vezes o corte de raízes ou o ataque de pragas ou doenças.

8. Cancro basal?
Crescimento anormal de tecidos que pode provocar o enfraquecimento do ramo ou tronco levando á queda ou à morte do mesmo.

9. Ramos com configurações diferentes das da árvore no estado natural?
Resultantes de cortes mal feitos e que originam tocos. Estes ramos não apresentam uma boa estrutura podendo partir sobre o seu próprio peso.

10. Fungos?
Podem ser encontrados diversos tipos de fungos. Maior parte deles indica a presença de madeira podre no interior da árvore.

11. Solo com fissuras?
Pode ser provocado pela deslocação das raízes sobre ação de ventos fortes.

12. Raízes cortadas?
Muitas vezes a abertura de valas ou outras construções provocam o corte de raízes o que leva ao desequilíbrio da própria árvore, podendo esta cair ou morrer.

Informação em PDF aqui.

2 Responses to A sua árvore estará “doente”?

  1. ulisses says:

    Ola tenho 3 oliveiras que ultimamente não dão azeitonas e as suas folhas parecem muito secas, regamos dia sim dia não por isso penso que não é falta de agua
    E a laranjeira e a tangerineira, tenho visto muitas na zona onde vivo e essas árvores tem as copas abertas, mas a minha não da frutos e as copas são muito estreitas não se abrem
    E alem disso tenho algumas árvores com lepra já tratamos ao mês passado mas voltou
    podem me dar dicas para me ajudar ? já não sei que fazer

    • Boa noite. Inúmeras causas, ou conjuntos de causas, poderão estar a levar as suas arvores a essas condições, pelo que o diagnostico para ser correcto deverá ser efectuado no próprio local. O melhor seria recorrer à zona agrária da sua região e expôr-lhes a questão, sugerindo que alguém se desloque ao local onde as suas árvores se encontram para analisar a situação que aqui nos reporta.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s