Bermas Queimadas na A28

No dia 19 de Junho de 2011, recebemos uma denúncia relativa a práticas de limpeza de
taludes na A28, através de substâncias químicas, entre Moledo e Vila Praia de Âncora.

Deste modo, o Núcleo do Porto decidiu contactar por email o Concessionário da A28, a Auto-Estradas do Norte Litoral.

A Quercus, acerca deste caso, teve conhecimento que:
1. Até à cerca de 6 ou 8 anos atrás a A28 era “patrulhada” por uma equipa que
efetuava o controlo da vegetação dos taludes através do seu corte mecânico
(roçadouras, destroçadores,…).
2. Nessa altura com o aparecimento de uma carrinha equipada com um pulverizador, a
referida equipa deixou de ter ervas para controlar devido à extinção da vegetação pelo
produto aplicado pela referida carrinha.
3. A vegetação dos taludes, árvores e arbustos de grande porte que cresceram
espontaneamente, praticamente desde que a A28 foi construida, foi recentemente
abatida.
4. Os efeitos nocivos da erosão dos solos e mais especificamente dos taludes foi, é,
amplamente estudada.
5. Na construção de auto-estradas são gastos milhões de euros na consolidação de
taludes através de práticas como hidrosementeiras.
6. Áreas que foram alvo de hidrosementeiras, ou sementeiras, (ex: junto à Exponor),
são agora pulverizadas com herbicida matando toda a vegetação.
7. Árvores protegem populações e culturas vizinhas da poluição (inclusive sonora). A
A28 encontra nas suas imediações, por vezes a poucas dezenas de metros, habitações e
campos agrícolas.
8. A utilização de produtos fitofarmacêuticos deve ser evitada. A ser praticada, regras
como a não aplicação próximo de linhas de água, sobre terrenos sem vegetação,
não aplicação com tempo chuvoso, além de constituírem boas práticas estão também referidas em Decreto Lei.
9. Todas as árvores e arbustos que ladeavam a A28 foram retirados, sem qualquer critério à cerca de 1 ano.
10. Foi já testemunhado a aplicação de produtos fitofarmacêuticos com tempo chuvoso e em solos sem qualquer vegetação e próximo de linhas de água.
11. A vegetação seca é mais propícia a incêndios.

Perante esta situação, o Núcleo, solicitou à Empresa o esclarecimento às seguintes questões:
1. Qual ou quais os produtos aplicados pela já referida carrinha (nome comercial e
substância ativa)?
2. Qual o intervalo entre aplicações desse produto?
3. A escolha, dosagem e decisão de oportunidade de aplicação do produto é efetuada e
supervisionada por algum técnico com habilitação para o efeito?
4. Qual motivo da remoção de todas as árvores e arbustos?
5. Porque é extinguida toda a vegetação dos taludes e separadores centrais?

 

Resposta da Empresa Litoral Norte Aqui.

 

Posição do Núcleo Regional do Porto:

O Núcleo do Porto encontra-se de momento a estudar a resposta enviada.

De qualquer forma, é importante realçar a importância da vegetação nos taludes das
Estradas Portuguesas, principalmente nas Auto-Estradas.
O isolamento sonoro, a contribuição para a melhoria da qualidade do ar e a mitigação da
poluição do ar são algumas das vantagens das Árvores, arbustos e herbáceas plantados
nos taludes das estradas.
As técnicas com herbicidas e produtos químicos para o controle da vegetação infestante
e não só, são extremamente prejudiciais aos campos agrícolas situados nas imediações,
para além da poluição causada ás linhas de água próximas das estradas.
É fundamental que as Empresas que tratam da manutenção dos taludes das Auto-
Estradas, conheçam as técnicas apropriadas tanto para a segurança dos utilizadores
como para a população habitante nos limites das estradas, assim como para a qualidade
ambiental do local e o isolamento sonoro necessário.
A correta plantação da vegetação adequada e autóctone, para além dos fatores
mencionados são excelentes corredores verdes e capazes de abrigar uma série de
espécies, desde aves e insetos a mamíferos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s